Maturidade BIM

A identificação do nível de maturidade BIM é essencial para a implementação eficiente da metodologia em qualquer organização. Succar (2009) identifica um ponto de partida (pré-BIM) e três níveis de maturidade BIM.

Nível 0: Pré-BIM
Neste nível, a representação da informação se dá por documentação em 2D. Quantidades, estimativas de custo e especificações geralmente não são derivadas do modelo de visualização nem vinculadas à documentação. Não há incentivo às práticas colaborativas entre as partes interessadas e o fluxo de trabalho é linear e assíncrono.

Nível 1: Modelagem
A implementação da Metodologia BIM se inicia com a utilização de softwares 3D paramétricos. Nessa fase ainda não há colaboração entre as disciplinas e o fluxo de informações é unidirecional. No entanto, o potencial demonstrado pela modelagem 3D dentro de cada especialidade incentiva a adoção de métodos e tecnologias que guiam para a fase seguinte, a da colaboração.

Nível 2: Colaboração
Neste nível há colaboração entre as disciplinas de um projeto, podendo ser de uma mesma fase do ciclo de vida ou de fases distintas. Ao utilizar um modelo comum ou a partilha de modelos por arquivos IFC como formato base na troca de informação, a noção de separação entre diferentes especialidades e diferentes fases do empreendimento começa a desaparecer.
Com a colaboração surge a necessidade de as informação estarem intrinsecamente ligada ao modelo, facilitando, assim, a leitura por parte de todos.

Nível 3: Integração
Neste nível de maturidade, o sistema deverá ter por base uma rede de informação transitável em todas as direções, ligada em rede e constantemente atualizado. As intervenções, por parte das diferentes disciplinas, provocam um efeito instantâneo no modelo comum ou em todos os modelos colaborantes no projeto. Esta integração em rede permite uma comunicação fluida e atualizada, exponenciando a uniformidade do empreendimento em todas as suas vertentes.

Referência:
SUCCAR, Bilal. Building information modelling framework: A research and delivery foundation for industry stakeholders. Automation in Construction, 2009.